Bull Terrier




É um cão alegre, doce com as pessoas, precisando ser socializado desde cedo para evitar a de ser um cão agressivo.  Tem uma personalidade cativante que varia de inteligente à inovadora. Ele precisa de uma família ativa que pode fornecer-lhe a abundância as brincadeiras que necessita. Ele também precisa de alguém firme e seguro como tutor, para fazer cumprir as regras da casa, caso contrário, ele mesmo irá fazer suas regras. Quem vê sua expressão “séria” não imagina o quão amoroso é seu coração.

HISTÓRIA E ORIGEM DA RAÇA BULL TERRIER

As brigas entre Bulldogs e touros eram tão populares na Inglaterra que seus organizadores decidiram criar um novo cão para essa luta, bem mais ágil que os Bulldogs. Por volta de 1835, cruzaram um Bulldog com o Terrier Inglês e assim nasceu o Bull Terrier. Outro cruzamento com o Pointer espanhol trouxe o tamanho necessário, resultado um cão ágil que acabou nomeando os Pits.

Por volta de 1860, James Hinks cruzou o bull e terrier com o White English terrier e o Dálmata, produzindo uma linhagem branca que ele chamou de Bull Terriers, esses cães ganharam reputação por saberem se defender, sem provocarem brigas, e foram chamados de “o cavaleiro branco”.

O primeiro Bull Terrier registrado pelo American Kennel Club (AKC) foi Nellie II em 1885. Doze anos mais tarde, em 1897, o Bull Terrier Club of America foi formado. Bull Terrier colorido nasceu de uma variedade separada em 1936.

TEMPERAMENTO E COMPORTAMENTO DO BULL TERRIER

A raça Bull Terrier é uma raça cheia de charme, é um cão brincalhão, alegre, bruto e muito levado. Ele necessita de exercícios físicos e mentais todos os dias para evitar que ele exercite sua poderosa mandíbula em casa.

Bastante ativa e extraordinariamente leal àqueles a quem ama, é o típico cachorro que vai exigir um dono firme. É um amigo para todos os momentos.

Quando ele pegar um objeto qualquer, ou algum bichinho de pelúcia, uma bola de tênis, o Bull Terrier vai inspecionar, satisfazer seus desejos, brincará com ele e, finalmente, começar a comer e destruir. Sem objetos para brincar, ele é com certeza criativo suficiente para se manter ocupado, encontrando o que for para brincar.

Deve-se sempre manter uma rotina de exercícios com seu cão, por isso mante-lo fechado dentro de casa não é uma boa ideia. Ele é disciplinado, ainda que às vezes seja teimoso e desobediente. É silencioso, doce e agradável. Tem um instinto territorial forte e cumpre bem o papel de cão de guarda. É considerado um cão equilibrado e que ama crianças. Embora possa ser extremamente agressivo quando em situações de ameaça, o cão desta raça pode ser facilmente adestrado e costuma obedecer fielmente aos seus donos.

Embora possa ser bastante dócil e protetor com sua família, a sua natureza de luta requer bastante atenção, e os cães da raça devem ser adestrados desde pequenos, pois, boa parte do comportamento e do temperamento adquirido pelo animal é proveniente do tratamento que ele recebe em casa e do nível de adestramento que ele tem.

APARÊNCIA FÍSICA DO BULL TERRIER

De construção forte, musculoso, bem balanceado e ativo com uma expressão viva, determinada e inteligente. Uma característica singular é sua cana nasal descendente e a cabeça em forma de ovo. Independente do tamanho, os
machos devem parecer masculinos e as fêmeas femininas. Sua cabeça é longa, forte e profunda até o final do focinho, jamais grosseira. Vista de frente, tem a forma de ovo e é completamente cheia; sua superfície é livre de cavidades
ou recortes. O perfil se curva suavemente para baixo, do topo do crânio até a  ponta da trufa. O topo do crânio é quase plano de orelha a orelha. A trufa deve ser preta. Os seus olhos são de aparência estreita e triangulares, obliquamente colocados; pretos ou marrons nos tons mais escuros possíveis, de maneira a parecer quase preto e com uma expressão penetrante. Suas orelhas são pequenas, finas e colocadas próximas. A cauda é curta, inserida baixa e portada horizontalmente. Grossa na raiz, afinando para a ponta.

COR E PELAGEM DO BULL TERRIER

Seu pelo é curto, plano, denso, áspero ao toque e brilhante. O subpelo macio pode estar presente no inverno.

As cores do Bull Terrier podem ser bem versáteis no quesito cor. Os tons principais são branco, preto, vermelho, fulvo (tom semelhante ao marrom claro) ou tricolor. O branco é presença frequente, mesmo no caso dos coloridos. 

CUIDADOS, SAÚDE E BEM ESTAR DO BULL TERRIER

O Bull Terrier precisa de alguém em casa durante todo o dia, se deixado muito tempo sozinho ele vai criar suas próprias brincadeiras é isso não será tão agradável, pois eles vão comer e mastigar tudo que encontrarem pela frente.

Ele necessita de pelo menos de meia hora a uma hora de exercício físico e mental diariamente. Leve ele para uma caminhada, para brincar perseguindo uma bola, ou testar o sua capacidade com um brinquedo interativo. Certifique-se de levá-lo sempre na coleira para que ele não saia correndo atrás de outros animais ou ir explorar alguma coisa por conta própria.

Seu pelo é de fácil manutenção, precisa somente de uma escovação semanal, e seus banhos não precisam ser muito frequentes. Não são cães adequados para climas frios e úmidos, mantenha o seu aquecido quando necessário.

Tem predisposição à doenças como a Nefrite Hereditária, surdez ( principalmente nos brancos), doença cardíaca, problemas de pele, luxação, hérnias, anomalias na cauda, acne ou acrodermatite

Os dentes devem ser escovados pelo menos, duas ou três vezes por semana para remover o acúmulo de tártaro e de bactérias, diariamente seria muito melhor.

Mantenha o seu cãozinho em boa forma, medindo sua comida e alimentando duas vezes por dia em vez de deixar comida exposta o tempo todo. Se não tiver certeza se ele está acima do peso faça o teste do olho, primeiro, olhe para ele, você deve ser capaz de ver uma cintura. Em seguida, coloque as mãos nas costas, polegares ao longo da coluna vertebral, com os dedos abertos para baixo. Você deve ser capaz de sentir, mas não ver suas costelas sem ter que pressionar muito. Se você não puder, ele precisa de menos comida e mais exercício. Sempre consulte o seu veterinário para que o profissional acompanhe a alimentação de seu animal.

As unhas devem ser aparadas uma ou duas vezes ao mês, caso não forem gastas naturalmente, se você ouvir suas unhas batendo no chão, significa que elas estão longas demais. As unhas dos cães possuem artérias, se você cortá-las demais causará sangramento e o seu cão pode não querer cooperar nas próximas vezes. Por isso, se você não tiver experiência ou não se sentir confiante para a tarefa, procure ajuda profissional. Importante checar também suas orelhas pelo menos uma vez por semana e procurar por sujeira, vermelhidão ou mau cheiro que possam indicar infecções. Limpe-as semanalmente usando loção de de PH equilibrado para evitar maiores problemas.

Ao procurar por filhote dessa raça para a venda, deve-se agir de forma cautelosa, é preciso buscar um filhote em um canil especializado, se possível, e verificar de perto a procedência do animal.

PREÇO

O valor varia de R$ 3500 a R$ 6000.

FOTOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ficou com alguma dúvida sobre esta raça de cãozinho? Deixe sua pergunta nos comentários ou nos siga nas redes sociais através do Facebook e Instragram.

Comentários

comentários