Bulldog Inglês




Os Bulldog Inglês são cães dóceis e amáveis, dificilmente são confundidos com outras raças de cães. Ele é, resoluto e corajoso, mas ele não foge de uma briga. Ele geralmente ficam bem calmos quando chegam na maturidade, são simpáticos e brincalhões, podem serem um tanto que teimosos, mas são bastante protetores com sua família.

Infelizmente, são propensos a problemas de saúde pela sua estrutura corporal e pela estrutura de sua cabeça, problemas como articulares e respiratórios são os mais comuns. Eles também tendem a se tornar obesos se não praticarem a quantidade necessária de exercícios. Muito peso pode agravar problemas de saúde jáexistentes.

HISTÓRIA E ORIGEM DA RAÇA BULDOGUE FRANCÊS

A raça Bulldog seria oriunda de um ancestral, o Molosso de Epire, introduzido na Inglaterra por navegadores fenícios. Eles tem uma história única, sua origem vem do cruel esporte bull-baiting (lutas com touros), que se originou na Inglaterra do século 13. O objetivo do cachorro era atacar e enfurecer o touro agarrando o animal, normalmente pelo nariz. Isso era considerado não apenas entretenimento, mas também se acreditava que a carne do touro ficava mais saborosa se ele fosse provocado antes de abatido. Alguns eram usados também para “bearbaiting” (lutas com ursos), como puro entretenimento.

Esses primeiros Buldogues eram mais altos e mais pesados ​​do que os de hoje, e eles foram criados especialmente para serem hábeis nesse esporte sangrento.  Na época, o Buldogue não era um companheiro carinhoso. Eles viveram para lutar com os touros, ursos e qualquer outra coisa que era colocada diante deles. Era tudo o que sabiam fazer.

Em 1835, a luta com touros foi considerada ilegal e começou uma nova fase para os Buldogue. Sem essas lutas com touros, os seus donos tentaram fazer com que os cães lutassem entre eles, mas esse não era o forte desse cão.

Se não tivesse ganho tantos admiradores, a raça teria sido extinta, esses criadores dedicados e pacientes começaram a selecionar somente os cães que tinham um temperamento dócil para a reprodução, cães agressivos e neuróticos não eram autorizados a se reproduzir, o que deu super certo, e os Bulldogs se tornaram um cão extremamente amável, com uma personalidade totalmente diferente do que sua aparência sugere.

Sua personalidade dura e resistente fez dele um símbolo nacional na Inglaterra. A primeira exposição de cães que permitiu que os Bulldogs participassem foi em Birmingham, Inglaterra, em 1860. Em 1861, um Buldogue chamado King Dick ganhou nessa competição de Birmingham. Um dos seus descendentes, um cachorro chamado Crib, mais tarde foi descrito como sendo “próximo da perfeição.”

Em 1864, o primeiro clube da raça foi formado por um homem chamado RS Rockstro. O clube tinha cerca de 30 membros e seu lema era “Hold Fast.” Um membro do clube, Samuel Wickens, escreveu o primeiro padrão da raça, usando o pseudônimo de Philo-Kuon, supostamente foi o primeiro padrão a ser escrito no mundo. O clube infelizmente foi dissolvido depois de apenas três anos.

Em 1875, outro Bulldog Club foi fundado, e desenvolveu um padrão da raça que foi semelhante ao de Philo-Kuon. Este clube da raça existe ainda hoje .

Buldogues foram trazidos para os Estados Unidos, chamado Donald participou de um concurso em Nova York em 1880. Um Buldogue chamado Bob foi registrado no American Kennel Club em 1886. Em 1890, um vídeo de H. D. Kendall de Lowell, Massachusetts fundou The Bulldog Club of America. Foi um dos primeiros clubes da raça a se tornar membro do American Kennel Club (AKC). No início, o clube usou o padrão britânico da raça, mas acharam que não foi conciso o suficiente, então eles desenvolveram o padrão americano, em 1894, para o que eles chamaram o raça do buldogue americano. Os ingleses recriminaram o nome e também alguns dos itens do novo padrão. Depois de muito trabalho, o padrão foi revisto e aceito em 1896. Este padrão é usado ainda hoje.

O American Kennel Club reconheceu o Buldogue em 1890. Durante os anos 1940 e 1950, Buldogues estavam perto das 10 melhores raças em popularidade.

TEMPERAMENTO E COMPORTAMENTO DO BULDOGUE FRANCÊS

O Bulldog é jovial, cômico é um dos cães mais amáveis. Ele quer agradar, apesar de ser teimoso. O Bulldog Inglês se dá muito bem com crianças sabendo dosar bem a sua força e são moderadamente simpáticos com estranhos. A raça se dá bem com outros animais domésticos, mas pode ser um pouco encrenqueira com outros cães.

Esta Sempre atento ao que está acontecendo à sua volta e é vigilante com estranhos, pode se mostrar muito observador, mas não é um cão agressivo. Embora não aparente, é um animal sensível e que não suporta a brutalidade, precisando muito do amor de seus donos.

Sua lealdade e grande afinidade com pessoas fazem com que alguns cães da raça não se adaptam bem à vida em um canil. Esta raça prefere ficar dentro de casa e morar com seus donos do que ficar no jardim, no quintal ou em um canil.

APARÊNCIA FÍSICA DO BULDOGUE FRANCÊS

O Buldogue Inglês é um cão robusto, compacto, poderoso e amplo. Ele tem uma cabeça grande em relação ao corpo, onde a pele é solta e enrugada. As pequenas e finas orelhas, implantadas no alto, são mantidas “em rosa. Os olhos, implantados baixos sobre a face, são arredondados. O focinho é curto e largo, com stop profundo. O topo do focinho é reforçado na direção dos olhos. Os lábios são grossos e pendentes. Suas pernas são curtas, fortes e musculosas. O pescoço é um tato curto, forte, com muita pele frouxa, espessa e enrugada ao redor.  A cauda é curta, reta e inclinada para baixo.

COR E PELAGEM DO BULDOGUE FRANCÊS

O pelo do seu Buldogue é reto, curto, de textura fina, lisa e brilhante. A coloração é unicolor ou “smut” (com fuligem, isto é, de uma só cor com máscara preta ou focinho preto). Somente unicolor (que deve ser brilhante e puro); tigrado, vermelho em suas diferentes tonalidades, fulvo, marrom claro, etc.; branco e malhado (combinação de branco com qualquer das cores precedentes). As cores fígado, preto e preto com castanho são altamente indesejáveis.

CUIDADOS, SAÚDE E BEM ESTAR DO BULDOGUE FRANCÊS

Buldogues são inertes dentro de casa e principalmente em um sofá bem confortável. Não precisam de uma grande quantidade de exercício, mas precisam se exercitar sempre para não ganharem muito peso. Eles são cães de interior e preferem um estilo de vida descontraído. Cerca de 15 minutos brincando e eles estão prontos para uma sesta. Este baixo a moderado nível de energia faz com que o Bulldog seja adequado para qualquer tipo de casa ou apartamento. Você pode levar seu companheiro para uma caminhada de meia hora durante um horário em que o sol não esteja tão forte e ele vai ficar muito feliz.

Por conta da estrutura do rosto, os Bulldogs não se dão muito bem em clima extremamente quente (ou frio). Eles respiram com dificuldade quando está quente e o seu corpo não consegue dissipar o calor interno. Eles são especialmente suscetíveis à insolação. Se eles ficarem expostos ao sol quente somente por meia hora em temperaturas muito elevadas podem morrer. Fornecer-lhe um ambiente climatizado e muita água fresca é o ideal.

Lembre-se Bulldogs não são nadadores, sua cabeça maciça é muito pesadas e ele acaba afundando. Se você tem uma piscina ou algo parecido, proteja seu Bulldog de cair dentro.

O Bulldog tem tendência a queda de pelo, o ideal seria escová-lo duas a três vez por semana, vai ajudar a reduzir a quantidade de pelo que fica em suas roupas e móveis. Limpe o rosto com um pano úmido todos os dias, tendo o cuidado de limpar dentro das rugas. Algumas pessoas sugerem enxugando as rugas com lenços umedecidos que têm lanolina e aloe vera. Se a pele do seu Bulldogue ficar irritada dentro das rugas, peça ao seu veterinário para recomendar uma pomada calmante. Depois de ter limpado as rugas, lavar o nariz do seu Buldogue e aplicar vaselina para ele para mantê-la macia e impedir que se torne seca e escamosa.

Tem predisposição à doenças como, alterações respiratórias, cardíacas, dermatológicas, predisposição a obesidade, dificuldade no parto e displasia coxofemoral, fenda palatina em filhotes, claudicação nas pernas dianteiras, entrópio e ectrópio, dermatites, estenose das narinas (obstrução) e alongamento do palato.

Os dentes devem ser escovados pelo menos, duas ou três vezes por semana para remover o acúmulo de tártaro e de bactérias, diariamente seria muito melhor.

Mantenha o seu cãozinho em boa forma, medindo sua comida e alimentando duas vezes por dia em vez de deixar comida exposta o tempo todo. Se não tiver certeza se ele está acima do peso faça o teste do olho, primeiro, olhe para ele, você deve ser capaz de ver uma cintura. Em seguida, coloque as mãos nas costas, polegares ao longo da coluna vertebral, com os dedos abertos para baixo. Você deve ser capaz de sentir, mas não ver suas costelas sem ter que pressionar muito. Se você não puder, ele precisa de menos comida e mais exercício. Sempre consulte o seu veterinário para que o profissional acompanhe a alimentação de seu animal.

As unhas devem ser aparadas uma ou duas vezes ao mês, caso não forem gastas naturalmente, se você ouvir suas unhas batendo no chão, significa que elas estão longas demais. As unhas dos cães possuem artérias, se você cortá-las demais causará sangramento e o seu cão pode não querer cooperar nas próximas vezes. Por isso, se você não tiver experiência ou não se sentir confiante para a tarefa, procure ajuda profissional. Importante checar também suas orelhas pelo menos uma vez por semana e procurar por sujeira, vermelhidão ou mau cheiro que possam indicar infecções. Limpe-as semanalmente usando loção de de PH equilibrado para evitar maiores problemas.

Ao procurar por filhote dessa raça para a venda, deve-se agir de forma cautelosa, é preciso buscar um filhote em um canil especializado, se possível, e verificar de perto a procedência do animal.

PREÇO

O valor varia de R$ 2500 a R$ 8000.

FOTOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ficou com alguma dúvida sobre esta raça de cãozinho? Deixe sua pergunta nos comentários ou nos siga nas redes sociais através do Facebook e Instragram.

Comentários

comentários