A inteligência dos cães foi uma publicação de Stanley Coren, em março de 1995, a respeito da inteligência canina para o trabalho e para com a aceitação de comandos de obediência. Para a elaboração deste livro, Coren criou um questionário a ser respondido por juízes norte-americanos e canadenses especializados em provas de obediência. Na obra, 133 raças foram avaliadas e listadas em 79 posições por 208 juízes, entre os quais 199 responderam completamente as perguntas. Para o autor foi importante ainda ressaltar que o livro não trata da chamada inteligência instintiva destes animais.

 RANKING COMPLETO

Veja agora o ranking completo, de acordo com as notas ganhas por cada raça de cachorro:

Nota de 1 a 10 – Os cães mais inteligentes do mundo

Nas graduações de 1 a 10 lista-se os melhores cães de inteligência de trabalho. Após cinco tentativas, estes caninos já apresentam entendimento e não necessitam prática para repetirem comandos. Para 95% destes cães, não é preciso repetir uma ordem mais de uma vez. Sua velocidade entre o tempo de comando e o de execução também é considerada.

01º – Border Collie
02º – Poodle
03º – Pastor Alemão
04º – Golden Retriever
05º – Dobermann
06º – Pastor de Shetland
07º – Labrador
08º – Papillon
09º – Rottweiler
10º – Australian Cattle Dog (Boiadeiro Australiano)

Nota de 11 a 26 – Nível de aprendizagem e obediência: ótimo

São listados excelentes cães de trabalho, cuja repetição de comandos é dada entre cinco e quinze vezes, respondendo, em 85% dos casos, ao primeiro comando, sem necessitar de repetição. A demora entre o comando e a resposta é ocasionalmente notada quando este apresenta-se um pouco mais complexo.

11º – Welsh Corgi (Pembroke)
12º – Schnauzer Miniatura
13º – Springer Spaniel Inglês
14º – Pastor Belga Tervuren
15º – Pastor Belga Groenendael —  Schipperke
16º – Collie  —  Keeshond
17º – Pointer Alemão de Pêlo Curto
18º – Cocker Spaniel Inglês  —  Flat-Coated Retriever —  Schnauzer Standard
19º – Brittany
20º – Cocker Spaniel Americano
21º – Weimaraner
22º – Pastor Belga Malinois  —  Bernese Mountain Dog
23º – Spitz Alemão
24º – Cão d’água irlandês
25º – Vizsla
26º – Welsh corgi cardigan

Nota de 27 a 39 – Nível de aprendizagem e obediência: bom

Nas graduações de 27 a 39 vê-se os cães de trabalho com inteligência acima da média. Estes caninos necessitam de até vinte repetições dos comandos para que os obedeçam, ainda que demonstrem entendimento prévio. Após treinados, em 70% dos casos não necessitam de repetição da ordem. Apresentam dificuldade em obedecer quando o dono se distancia e demoram um pouco mais para responder.

27º – Yorkshire Terrier  —  Chesapeake Bay Retriever  —  Puli
28º – Schnauzer Gigante
29º – Airedale Terrier  —  Boieiro das Flandres
30º – Border Terrier  —  Briard
31º – Welsh Springer Spaniel
32º – Manchester Terrier
33º – Samoieda
34º – Field Spaniel  —  Terra Nova  —  Terrier Australiano  —  American Staffordshire Terrier  —  Setter Gordon  —  Bearded Collie
35º – Setter Irlandês  —  Cairn Terrier  —  Kerry Blue Terrier
36º -Elkhound
37º -Pinscher Miniatura  —  Affenpinscher  —  Silky Terrier  —  Setter Inglês  — Pharaoh Hound  — Clumber Spaniel
38º – Norwich Terrier
39º – Dálmata

Nota de 40 a 54 – Nível de aprendizagem e obediência: regular

Nas graduações de 40 a 54 encontra-se listados os cães de inteligência de trabalho e obediência intermediária, que precisam de até quarenta repetições para que aprendam um novo comando, demonstrando, após vinte repetições, um entendimento rústico da ordem dada. Em 50% dos casos, após treinados, respondem aos comandos sem necessidade de repetição. Todavia, a confiabilidade de execução depende do treinamento investido. Seu tempo de resposta é considerado lento.

40º – Soft coated wheaten terrier — Bedlington Terrier — Fox Terrier Pêlo Liso
41º – Curly coated retriever — Irish Wolfhound
42º – Kuvasz — Pastor Australiano
43º – Pointer — Saluki — Spitz finlandês
44º – Cavalier King Charles Spaniel — Braco alemão de pelo duro — Coonhound preto e castanho — Cão D’Água Americano
45º – Husky Siberiano — Bichon Frisé — King charles spaniel
46º – Tibetan Spaniel — Foxhound inglês — Otterhound — American Foxhound — Greyhound — Griffon de aponte de pelo duro
47º – West Highland White Terrier — Deerhound
48º – Boxer
48º -Dogue Alemão
49º – Dachshund — Staffordshire Bull Terrier
50º – Malamute do Alasca
51º – Whippet — Shar-Pei — Fox Terrier Pêlo Duro
52º – Rhodesian Ridgeback
53º – Podengo ibicenco — Welsh Terrier — Terrier irlandês
54º – Boston Terrier — Akita

Nota de 55 a 69 – Nível de aprendizagem e obediência: baixo

Nas graduações de 55 a 69 são postos os cães cuja capacidade de obediência e de trabalho é classificada como razoável, necessitando de até oitenta repetições para que aprendam um comando. Mesmo após terem aprendido, a obediência aparenta ainda ser fraca, e em apenas 30% dos casos, conseguem responder a uma ordem sem necessidade de repetição. Caso o treinador ou dono se afaste, o tempo de resposta e a obediência diminuem consideravelmente.

55º – Skye Terrier
56º – Norfolk Terrier — Sealyham Terrier
57º – Pug
58º – Bulldog Francês
59º – Griffon de Bruxelas — Maltês
60º – Galguinho italiano
61º – Cão de Crista Chinês
62º – Dandie Dinmont Terrier — Pequeno basset griffon da Vendeia –Terrier Tibetano — Spaniel Japonês — Lakeland Terrier
63º – Old English Sheepdog
64º – Cão dos Pirineus
65º – São Bernardo  —  Scottish Terrier
66º – Bull Terrier
67º – Chihuahua
68º – Lhasa Apso
69º – Bullmastiff

Nota de 70 a 80 – Os cães menos inteligentes/obedientes

Nas graduações de 70 a 80 são listadas as raças julgadas como detentoras do menor grau de inteligência de trabalho e obediência. Necessitam de até quarenta repetições para que demonstrem o mínimo de entendimento sobre o comando durante o treinamento e antes que consigam executar a ordem. É comum que precisem executar o mesmo movimento por mais de cem vezes antes que se tornem confiáveis.

70º – Shih Tzu
71º – Basset Hound
72º – Mastino Napoletano — Beagle
73º – Pequinês
74º – Bloodhound
75º – Borzoi
76º – Chow Chow
77º – Bulldog Inglês
78º – Basenji
79º – Afghan Hound